Mãe da primeira-dama Virginia Mendes não resiste a reinfecção pela covid e morre em Cuiabá

Áudio

Por Jurandir Antonio – Voz: Vinícius Antônio

Texto do áudio:
Morreu na noite desta segunda-feira, aos 78 anos, dona Eurídice Gomes da Silva, mãe da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes.

Ela testou positivo pela segunda vez para o novo coronavírus e estava internada numa UTI, Unidade de Terapia Intensiva, do Hospital São Mateus, em Cuiabá.

Dona Eurídice lutou muito contra a primeira infecção. Ela ficou internada por dez meses em São Paulo, sendo sete deles intubada em UTI e outros três em enfermaria.

"Dona Eurídice foi uma pessoa extremamente alegre, divertida e que fazia questão de agradar a todos. O que ela mais gostava era de reunir a família e ter todos por perto”, contou o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho.

A sogra do governador Mauro Mendes tinha recebido alta do hospital paulista no último dia 20 de abril, quando voltou para Cuiabá.

Porém, na última sexta-feira, 30 de abril, voltou a ser internada no hospital da capital.

Nesta segunda, ela não resistiu às complicações da Covid-19 e acabou morrendo.

 

Comentar

HTML restrito

  • Você pode alinhar imagens (data-align="center"), mas também vídeos, citações e assim por diante.
  • Você pode legendar imagens (data-caption="Texto"), mas também vídeos, citações e assim por diante.