Promotor reconhece equivoco, encerra investigação e pede desculpas ao secretário estadual de Saúde

Áudio

Por Jurandir Antonio – Voz: Vinícius Antônio

Texto do áudio:
O inquérito que tinha como alvo o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, foi encerrado,  nesta quinta-feira, após constatação de equívoco por parte do promotor de Justiça Célio Fúrio, do Ministério Público de Mato Grosso.

 

 O promotor reconheceu ter se equivocado e pediu desculpas ao secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, em razão da abertura de um inquérito que apura supostas irregularidades na compra de respiradores.

 

Nesta semana, Fúrio abriu uma investigação contra Figueiredo sob a alegação de que a Secretaria de Estado teria “sonegado” documentos e informações relacionadas à aquisição dos respiradores, destinados ao tratamento de pacientes com a covid-19.

 

Após os esclarecimentos do secretário, Célio Fúrio verificou que as informações requeridas por ele haviam sido devidamente encaminhadas por email pela equipe da secretaria, dentro do prazo estabelecido.

 

Diante disso, o promotor determinou que uma cópia do ofício seja encaminhada ao secretário constando pedido de desculpas e oficiou à Força Tarefa do Ministério Público sobre o fato.

 

Em resposta, Figueiredo apontou que a aquisição dos respiradores foi feita dentro da legalidade rendendo a Mato Grosso, inclusive, uma economia de um milhão de reais pelos equipamentos baratos.

 

"Nossa secretaria prestará todas as informações aos órgãos de controle e à toda a sociedade, como sempre fizemos. Valorizo a atitude nobre do promotor de Justiça em reconhecer o equívoco", ressaltou Figueiredo.

Comentar

HTML restrito

  • Você pode alinhar imagens (data-align="center"), mas também vídeos, citações e assim por diante.
  • Você pode legendar imagens (data-caption="Texto"), mas também vídeos, citações e assim por diante.