Maria Helena Póvoas vence a eleição e vai presidir o Tribunal de Justiça

Áudio

Por Jurandir Antonio – Voz: Vinícius Antônio

Texto do áudio:
Com 15 votos, dos 29 possíveis, a desembargadora Maria Helena Póvoas foi eleita presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso para o biênio 2021-2022 da corte estadual, nesta quinta-feira. A votação secreta aconteceu por meio eletrônico.

 

O segundo colocado foi o desembargador Luiz Ferreira da Silva com 11 votos. Sebastião de Moraes Filho recebeu dois votos e Juvenal Pereira da Silva apenas um, o dele próprio.


Ainda durante a sessão administrativa remota, a desembargadora Maria Aparecida Ribeiro foi homologada para o cargo de vice-presidente. Ela recebeu 26 votos, pois foi a única que demonstrou interesse na vaga. Dois desembargadores votaram em branco e um, nulo. 


Para o cargo de corregedor-geral da Justiça, o Pleno escolheu o desembargador José Zuquim, que obteve 18 votos. Pedro Sakamoto também disputava o pleito, mas teve 10 votos. Apenas um desembargador votou nulo.


Maria Helena será a segunda mulher a ocupar a presidência do TJ de Mato Grosso. A primeira foi a desembargadora aposentada Shelma Lombardi de Kato, no biênio 1991/1993.


A posse acontece no dia 18 de dezembro e o exercício efetivo dos cargos de direção começa no dia primeiro de janeiro de 2021. 

Comentar

HTML restrito

  • Você pode alinhar imagens (data-align="center"), mas também vídeos, citações e assim por diante.
  • Você pode legendar imagens (data-caption="Texto"), mas também vídeos, citações e assim por diante.