Anvisa afirma que eventos adversos às vacinas estão dentro do esperado

Áudio

Por Lucas Pordeus Leon - Brasília

Os eventos adversos registrados após um mês do início da vacinação contra a covid-19 no Brasil estão dentro do esperado, informou nesta segunda-feira a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Entretanto, de acordo com a gerente-geral de Monitoramento de Produtos Sujeitos à Vigilância Sanitária, Suzie Teixeira Gomes, ainda é cedo para conclusões mais robustas, porque o número de vacinados no Brasil ainda é pequeno. A responsável pelo monitoramento dos efeitos adversos provocados pelas vacinas afirmou que ainda não há dados que indiquem alguma mudança na segurança dos imunizantes.

A gerente da Anvisa explicou ainda que, muitas vezes, o aparecimento de efeito adverso previsto é usado para alegar que os imunizantes não são seguros, o que, segundo ela, é uma distorção da informação. Suzie lembrou que é esperado um efeito adverso para cada 10 pessoas vacinadas.

A Anvisa destacou ainda que não foi observada, até o momento, nenhuma diferença significativa entre as vacinas da AstraZeneca/Oxford e da Sinovac/Butantan em relação aos efeitos adversos.

Comentar

HTML restrito

  • Você pode alinhar imagens (data-align="center"), mas também vídeos, citações e assim por diante.
  • Você pode legendar imagens (data-caption="Texto"), mas também vídeos, citações e assim por diante.