Polícias de Mato Grosso já prenderam mais de 10 mil pessoas este ano

Áudio

Voz: Vinícius Antônio

Entre o mês de janeiro e o dia nove de agosto de 2020, as polícias de Mato Grosso prenderam 10 mil 576 pessoas em flagrantes e cumprimento de mandados de prisão.

Outras 23 mil 526 pessoas foram conduzidas para averiguação nas delegacias de polícia.

Este ano, com mais abordagem policial, houve mais apreensão de armas de fogo de grosso calibre, mais apreensão de drogas, além da redução de crimes contra a vida e o patrimônio no Estado.

Somente de janeiro a junho foram apreendidas cinco mil e 700 toneladas de drogas.

Houve 78 mortos por confronto com as forças policiais em Mato Grosso, de acordo com as informações da Superintendência do Observatório da Violência. No mesmo período de 2019, foram 41 casos.

“Antes os criminosos abandonavam o carregamento e fugiam, agora passaram a revidar usando armas como fuzis. Se houver agressão, a polícia vai reagir”, alertou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

Mesmo com aumento de crimes causados por confronto policiais, em Mato Grosso os casos de homicídios e de latrocínio, que é o roubo seguido de morte, reduziram no período de janeiro a junho deste ano, comparado ao ano passado. Foram 2,2% casos a menos e a redução de 48% nos latrocínios.

Em Cuiabá, os homicídios caíram 11%, baixando de 53 casos no primeiro semestre de 2019 para 47 neste ano.

Já em Várzea Grande, os casos de assassinatos reduziram 14%. Foram 36 casos este ano contra 42 ano passado.

Nos casos de roubo seguido de morte, caíram 83% em Cuiabá e 86% em Várzea Grande, com um caso registrado em cada um dos municípios.

Comentar

HTML restrito

  • Você pode alinhar imagens (data-align="center"), mas também vídeos, citações e assim por diante.
  • Você pode legendar imagens (data-caption="Texto"), mas também vídeos, citações e assim por diante.