Queimadas no pantanal mato-grossense aumentaram mais de 500% no primeiro semestre deste ano

Áudio

Por Sapicuá Rádio News – Voz: Maíra Matos

Texto do áudio:
O Pantanal mato-grossense teve um aumento de 530% nos registros de queimadas no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período de 2019.

Os dados são do ICV, Instituto Centro de Vida, que também monitoram os focos de calor no estado durante o período de proibição de queimadas.

 

A partir desses dados o deputado estadual Paulo Araújo, do Progressistas, quer criar uma campanha permanente de orientação, conscientização, prevenção e combate às queimadas em Mato Grosso.

 

Este é o intuito do Projeto de Lei, que foi apresentado pelo parlamentar, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

 

A apresentação deste projeto de lei ocorre num período em que Mato Grosso tem registrado aumento nos focos de queimadas em áreas de vegetação, provocados principalmente pelo longo período de estiagem, que aumenta os focos de incêndio e a chance do fogo se alastrar com mais rapidez nesses locais.

 

“O ICV, divulgou recentemente que as chamas no Pantanal, já atingiu 560 mil hectares, o que corresponde a 9% de todo o bioma em Mato Grosso. Infelizmente, a proteção contra incêndios em parques e áreas de preservação permanente não é tradição em Mato Grosso. Por isso, a importância da aprovação desta proposta”, justificou Paulo Araújo.

 

De acordo com o parlamentar, a ação de conscientização permanente e combate às queimadas tem como princípios promover campanhas educativas no estado, nas instituições escolares, sobre o perigo das queimadas e suas consequências para a saúde das pessoas, além do risco da extinção de espécies vegetais e animais.

 

Comentar

HTML restrito

  • Você pode alinhar imagens (data-align="center"), mas também vídeos, citações e assim por diante.
  • Você pode legendar imagens (data-caption="Texto"), mas também vídeos, citações e assim por diante.